30 agosto 2010

Estamos quites, pá.

Tradução de ouvido de Ne me quitte pas de Jacques Brel, por Afonso, 9 anos. Ouvido este fim-de-semana lá por casa.

24 agosto 2010

Ear cushions.



Os Koss Porta Pro fizeram 25 anos e são considerados, ainda hoje, os melhores headphones na sua categoria. Eu comprei uns à coisa de 10 anos e já perdi a conta às horas e horas de prazer musical que me deram.

São soberbos quer na construção, quer na qualidade do som que ultrapassa em muito o que o comum dos mortais está habituado. Esteticamente têm a riqueza de uma Farraw Fawcett (que Deus tem) a andar de skate no parque, com tudo o que isto tem de bom e mau. Comprem uns, que a expressão do fabricante Lifetime Warranty diz tudo.

19 agosto 2010

O Sortido Fino está aqui, está no Facebook.

A verdade é que este post serve apenas para ver se a ligação está a funcionar em pleno. Finalmente, a magia das palermices, revelações, pensamentos e ideias na grande ferramenta social.

18 agosto 2010

Fez na segunda-feira 110 anos que morreu Eça de Queirós.

Se o melhor português não tivesse sido um concurso de televisão, mas sim uma coisa mais objectiva e razoável, este senhor estaria lá no topo, à porrada com outros dois ou três candidatos ao primeiro lugar (o Álvaro Cunhal e o António Oliveira Salazar não podiam entrar uma vez que cilindraram na versão entretenimento).

Friends in high places.

Sempre que uma figura pública morre, há pessoas que decidem tecer comentários para os meios de comunicação e tratar o falecido apenas pelo primeiro nome. Ainda agora, aquando da morte de José Saramago, era ouvi-los a dizer o Zé para cá, o Zé para lá e quando jantávamos em casa do Zé.

Este tipo de tratamento serve para se notar o grau de intimidade com o falecido, numa demonstração pura de vaidade, e é uma forma pouco condigna de se prestar homenagem a um amigo.

Este fenómeno é velho e toma muitas formas. É sabido que também as prostitutas gostam de aparecer ao lado (ou por baixo, ou por cima) de homens influentes como forma de ascensão social.