26 março 2009

O raio que era para o partir.



Num cruzamento meio naif entre engenharia e sociologia, vaticino o fracasso efectivo do formato Blue-ray. As pessoas já têm o DVD e grande parte delas até vê filmes em DivX e isto, parecendo que não, desarma o único argumento positivo do formato de alta resolução: a melhor definição de imagem e som.

Melhor qualidade de imagem, tal como a melhor qualidade de som não bastam para fazer o povo mudar para novos equipamentos, muito mais caros, e comprar novamente os mesmos filmes (que já têm em VHS ou em DVD).

Se a qualidade fosse determinante, o formato MP3, por exemplo, nunca teria vingado – este dá-nos música enlatada, cansativa e com uma qualidade muito abaixo dos formatos anteriores (disco em vinil ou CD áudio), mas é prático e facilita a vida.

A toda a humanidade: muito obrigado pelo bom senso de se borrifarem para aquilo que são meras ideias ao dinheiro.

24 março 2009

Arte nova.



Spyke Jonz - Skate for Lakai.

Exercício: compor frases relativas ao filme apresentado com as palavras "muito" e "bom".

23 março 2009

No fundo este post é só uma pergunta: Quem audita as contas da Deloitte?

O CEO, ou lá o que é, da reputada empresa de consultadoria e auditoria Deloitte em Portugal apresenta-se ao trabalho diariamente, e de forma alternada, com o seguinte conjunto de automóveis:

- Ferrari 599 GTB Fioriano
- Porsche 911 Carrera 4S Cabriolet

18 março 2009

O principal problema de Manuel Alegre:

É inofensivo.

17 março 2009

Poeta, ou criminoso?

Como se sabe, o problema da pedofilia está na moda e tem ganho com o tempo, e bem, os contornos do crime hediondo que é.

Isto não invalida que a homossexualidade entre homens e crianças faça parte da história da própria civilização e que tenha sido, até há bem pouco tempo, um assunto que, apesar de tabu, era aceite de forma natural e de importância relativa.

Passam hoje 50 anos sobre a morte do nosso reconhecido poeta António Botto.

Fica aqui um poema divertido ou provocador na altura mas revelador de tendências pedófilas ou pederastas segundo os padrões actuais.

Nunca te foram ao cu,
nem nas perninhas, aposto!
Mas um homem como tu,
lavadinho, todo nu, gosto!

Sem ter pentelho nenhum,
com certeza, não desgosto,
até gosto!
Mas... gosto mais de fedelhos.
Vou-lhes ao cu
dou-lhes conselhos,
enfim... gosto!

Berberrys.



Não compreendo a indignação de certas pessoas por um conjunto de crianças ciganas frequentarem aulas num contentor.

A manipulação gratuita dos media e da oposição tenta ditar-nos que isto é um problema quando o verdadeiro problema está nas pessoas desta etnia não terem o costume de frequentar a escola.

A maior parte dos ciganos não colocam os seus filhos na escola, tal como não deixam as suas namoradas ou esposas tomar banho na praia. Estes também têm o hábito de impor os conjugues e combinar casamentos de conveniência.

Isto são factos característicos desta minoria que devem ser respeitados como direito à sua identidade. Eu não estou de acordo com eles, mas isto sou eu - que prefiro ver alunos ciganos de qualquer maneira em vez de um povo totalmente analfabeto.

09 março 2009

Crise: Status Quo III.

Não juntarás água ao creme de lavar as mãos. Por pior que seja a situação, nunca o faças.

03 março 2009

Crise: Status Quo II.

Hoje vendem-se em Portugal metade dos automóveis ligeiros de passageiros do que há um ano atrás. É da minha vista, ou agora é que o mercado está certo?

02 março 2009

Status Quo.

Os meus avós usavam regularmente candeeiros a petróleo. Tinham apenas uma torneira em toda a casa (água fria), e capoeiras no quintal onde criavam galinhas, patos e coelhos. Nunca tiveram carro nem telefone.

Aos Domingos havia almoços de família com cozido à portuguesa ou arroz de coelho.

Sei, portanto, que é fácil ser feliz com o impensável.