29 dezembro 2008

Philippinos.


Fotografia: Joan Tomás - El País

Nestes tempos, em que a verdade de hoje é a mentira de amanhã, podemos colocar os olhos em quem não se preparou para nada e que, por essa razão, foi bem sucedido em muitas tarefas.

A formação e o estudo podem muitas vezes ser entraves ou freios ao desenvolvimento. Ter que romper varias barreiras pré-estabelecidas para criar algo de novo é mais cansativo do que não ter essas barreiras e chegar à inovação pela porta das traseiras.

Philippe Stark é arquitecto, produtor de vegetais ecológicos, web designer, designer gráfico, designer de mobiliário, director artístico de várias instituições, consultor da NASA, produtor de azeite, desenhador de motas e candeeiros, entre muitas outras actividades. Segundo contas, que não são dele, cerca de 300.000 mil funcionários vivem às custas do seu talento e engenho.

A coisa mais doce na sua biografia é o facto de não ter nenhum curso superior e apenas precisar, segundo palavras do próprio, da cabeça, de um caderno e de um lápis para criar coisas que lhe interessam.

23 dezembro 2008

Eu gosto muito do Natal.

E, apesar do deste ano trazer algumas novidades pessoais, vou vivê-lo como de costume: com as pessoas que mais gosto.

Parafraseando, um bom Natal a quem o merece.

15 dezembro 2008

Andar à burla.



Clicar na imagem para ampliar.

Era esta a mensagem, ou anedota, ou prenúncio de desespero para grandes investidores, que estava hoje de manhã no site da Bernard L. Madoff Investment Securities LLC.

Serão os contribuintes e os dinheiros estatais a fazer face a mais esta brincadeira?