31 outubro 2008

Bom fim-de-semana.

17 outubro 2008

Canalizando interesses.



A minha ausência por aqui quase que me obriga a dizer que sou um ex-corrector afamado que tem andado a fugir a Carlos Cruzes enfurecidos nestes últimos dias. Mas não. Apesar de ter uma profissão inofensiva, tal como quem vive de torrar dinheiro alheio, não foi a crise monetária que me ocupou.

Adiante.

Ponhamos os olhos em Plumber Joe, o mais recente, e plenamente justificado, herói mundial.

06 outubro 2008

As poupanças dos portugueses estão a salvo.

E as dívidas? Epá isso é que era, as dívidas não estarem a salvo é que eram boas notícias. Tudo com a casinha paga, assim de repente, até nem parece mal.

Também nunca respeitei o sistema vigente: os bancos e os grupos económicos garantem, à partida, que todo o dinheiro ganho pela população servirá para pagar dívidas durante décadas a fio. Mas esta é uma temática tão profunda que nem me apetece começar a sustentar o que digo – fiquemo-nos assim pelo facto simples de que cada português deve à banca toda a sua vida de vencimentos sem margem de manobra.

Como dizia o Sr. Agostinho da Silva: lá por viver nesta sociedade, não quer dizer que me identifique com ela.